Jeff Bezos já não é o homem mais rico do mundo

Jeff Bezos tinha-nos habituado a aparecer nas capas de revistas como o homem mais rico do mundo. Mas já não é assim! Bernard Arnault, empreendedor francês, conseguiu manter a sua fortuna enquanto a de Bezzos caiu ligeiramente.

O fundador da Amazon e Blue Origin, Jeff Bezos, já não é o homem mais rico do mundo – e não é por ter estado distraído em viagens estratosféricas.

A sua fortuna caiu uns assustadores 13.9 mil milhões de dólares, devido à queda da cotação das ações da Amazon em 7%. Esta queda ocorreu logo após o anúncio de uma taxa de crescimento das vendas inferior ao esperado no segundo trimestre de 2021.

O magnata francês Bernard Arnault assegurou o primeiro lugar com a queda de Jeff Bezos.

Arnault é o líder do conglomerado de artigos de luxo LVMH, que detém marcas como Louis Vuitton, Sephora, Tiffany & Co, Moët & Chandon, entre outras.

De acordo com a publicação MarketWatch, a fortuna de Arnaut estaria avaliada, no final de julho, em 195.8 mil milhões, superando os 192.6 mil milhões de Bezzos.

No entanto, Jeff Bezzos mantém um record, batido no ano passado, que é o facto de ter sido o único ser humano a atingir uma fortuna individual superior a 200 mil milhões de dólares. Este pico no valor das ações da Amazon muito se deveu à pandemia (COVID-19). O confinamento fez com que mais pessoas passassem a comprar online em detrimento das lojas físicas.

Quantos bilionários existem no mundo?

No total, existem 2.755 bilionários em todo o mundo, 86% dos quais são agora mais ricos do que eram há um ano atrás. Dessa forma, o aumento do valor combinado das fortunas dos bilionários do mundo em 2020 foi superior a 5 triliões de dólares (trilião à moda americana).
Entretanto, o valor médio do património de um norte americano é de $121.700 dólares.

Fonte: MarketWatch

Quer saber quais são os atores mais ricos do mundo?