História do elefante preso por uma corda

A história do elefante preso por uma corda é uma história sobre a força do acreditar. Acreditar em algo pode fazer-nos avançar. Por outro lado, as crenças também nos podem prender, também nos podem impedir de encontrarmos a verdadeira felicidade.

Esta é uma história sobre crenças negativas.

A corda do elefante

Um homem passeava pelos bastidores de um circo quando se apercebeu de algo curioso. Os elefantes não estavam em jaulas, nem sequer estavam presos por correntes.

A única coisa que os estava a segurar, impedindo-os de fugir, era uma corda pequena e frágil amarrada a uma das patas.

O homem observava os animais, bastante confuso, pois não compreendia porque é que os elefantes não rebentavam a corda e fugiam. Podiam facilmente fazê-lo. No entanto, nem sequer tentavam.

Resolveu então perguntar ao treinador a razão pela qual os elefantes se mantinham ali, e nunca tentavam fugir.

O treinador respondeu imediatamente:

“Quando os elefantes são ainda muito pequenos nós os prendemos com essa mesma corda. Nessa idade, a corda é suficiente para os segurar.

“Entretanto eles vão crescendo mas a sua ideia sobre a corda está cimentada. O elefante continua a acreditar que a corda é forte o suficiente para o segurar. Por isso ele nunca tenta escapar.

O único motivo pelo qual os elefantes não se libertam e escapam é o facto de que, com o passar do tempo, eles interiorizaram a crença de que isso não era possível.

Moral da história do elefante preso por uma corda

O mundo vai tentar prendê-lo, impedi-lo de continuar, de atingir seus sonhos. A tendência natural é acreditar naquilo que os outros dizem e que, frequentemente, até parece óbvio. Parece óbvio porque nascemos a acreditar nisso. Nascemos e crescemos a pensar dessa forma.

Acredite que é possível, mesmo parecendo difícil, mesmo parecendo impossível. Às vezes, como na história do elefante preso por uma corda, nem é assim tão difícil.

O mero facto de você acreditar que pode tornar-se uma pessoa de sucesso é o passo mais importante para realmente atingir esse sucesso.

Leia agora a história das rãs que caíram no poço.