4 Hábitos de Treino de Violinistas de Sucesso

Vamos descrever neste artigo os 4 mais importantes hábitos de treino que violinistas de sucesso adquiriram.

Aprender a tocar violino envolve longas horas de prática e aperfeiçoamento. Todos os alunos compreendem que você se tornará tão grande violinista dependendo do número de horas que passou praticando. Ainda assim, para muitos alunos de nível intermédio de violino, o progresso alcançado com longas e repetidas sessões de prática parece muito lento.

Já se perguntou por que outras pessoas parecem dominar certas técnicas ou aprender peças difíceis de música mais fácil e rapidamente do que você. A resposta pode estar no modo como pratica, e não no quanto pratica.

Um estudo levado a cabo no início de 1990, conduzido por K. Anders Ericsson, Ralf Th. Krampe e Clemens Tesch-Romer, intitulado “O papel da prática deliberada na aquisição de performance especializada”, publicado na Psychological Review mudou a maneira como muitos músicos abordavam a prática do violino. O estudo revelou os hábitos de prática de um grupo de “elite” de violinistas bem-sucedidos em comparação com um grupo de “média”. Ele descobriu que, embora os dois grupos praticassem exatamente durante o mesmo tempo todos os dias, o grupo de alunos de “elite” envolvia-se numa prática deliberada.

A prática deliberada é difícil, mas vale a pena. Mudando a maneira como você pratica, você pode fazer avanços maiores em seu nível de habilidade com o violino. O truque para violinistas intermediários é evitar a síndrome do piloto automático. Deliberar significa centrar todos os seus pensamentos na prática, o tempo todo.

Embora todos os violinistas tenham seu próprio regime individual, ao incorporar esses hábitos de prática e técnicas de visualização, você pode desenvolver seu próprio estilo de prática deliberada e começar a ver resultados notáveis.

Delinear e visualizar as suas metas

O primeiro hábitos de Treino é definir e visualizar os seus objetivos. Sem uma meta clara e alcançável, será extremamente difícil fazer progresso. Por exemplo, em vez de se concentrar no dedilhado do violino que você está fazendo de errado, concentre sua mente em como deve ficar quando for feito corretamente. Pode ajudar assistir a um close-up de um virtuoso executando a mesma passagem. É importante criar imagens realistas de como será a sensação e o som quando a peça for executada com perfeição.

Essa mesma técnica é usada com eficácia em cursos de direção defensiva, treinamento esportivo profissional e outras atividades. Os alunos são ensinados a se concentrar no resultado desejado, ao invés de uma limitação atual.

Organize seu ambiente

O segundo hábito de treino de um violinista de sucesso é organizar o ambiente antes de começar o ensaio. O local onde você pratica tem uma influência direta na eficácia com que você será capaz de aprender. Essencialmente, você está praticando para melhorar, então, se sua mente for capaz de vagar facilmente, ou se houver muitas distrações por perto, a prática deliberada será difícil, ou mesmo impossível.

Sua área de trabalho deve ser organizada para apoiar a concentração total. É difícil concentrar seus pensamentos na visualização da perfeição se está sendo constantemente interrompido por mensagens de texto, telefonemas ou objetos não relacionados à música.

Encontre uma sala silenciosa e certifique-se de que o telefone e o computador estejam desligados (ou em silencio). Também ajudará se você posicionar seu estande de partitura em uma área que ofereça poucas distrações visuais. Por exemplo, em vez de praticar onde você pode ver pósteres ou quadro de avisos, crie uma área livre desse tipo de itens. Melhor ainda, conduza sua prática perto de um espelho para auxiliar no processo de visualização.

Treine-se para identificar e resolver problemas específicos

O terceiro bom hábito na lista de hábitos de treino de violinistas é desenvolver a capacidade de identificar e resolver problemas específicos. Em vez de tocar a mesma passagem incorreta repetidamente (o que na verdade o treina a tocar errado), use estratégias de resolução de problemas para consertar sua técnica de arco de violino, problemas de dedilhado ou problemas com notas de violino. A melhor maneira de criar uma prática deliberada é desacelerar e tocar suavemente. A pesquisa mostrou que a perceção sensorial é aumentada quando os sons são fracos, o que torna mais fácil detetar pequenas alterações no tom e no vibrato.

Além disso, ao reduzir o ritmo, você tem tempo para processar as informações.

Os alunos de violino de nível intermédio têm tendência em se esquecerem como tocar um andamento extremamente lento. Recorde-se, antes de tudo, do seu treino inicial. Cada nota era tocada com uma lentidão exagerada. A redução do ritmo no início pode ajudar a que os seus dedos e braços executem os movimentos de forma correta. Posteriormente, o ritmo poderá ir aumentando.

Determine os tempos de prática eficazes

Por fim, para terminar a lista de hábitos de treino de violinistas, o quarto hábito: determinar o tempo de ensaio mais eficiente para si. Numa recente apresentação ao Strad, Itzhak Perlman disponibilizou os seus conselhos de prática para jovens violinistas. Ele enfatizou a necessidade de executar as escalas corretamente. Além disso, avisou para não exagerar. Perlman também brincou: “Quando as crianças me pedem um autógrafo, sempre assino meu nome e depois escrevo, pratica devagar! ‘”

Em vez de uma grande sessão de prática, experimente duas sessões mais curtas por dia. Pode exigir alguma reprogramação, mas vale a pena.

Posso utilizar a Prática Deliberada em outros aspetos da minha vida?

Claro que sim. A “prática deliberada” é uma técnica que ajuda sempre que temos que aprender algo que exige muito empenho e muita concentração. Estas dicas podem ajudá-lo muito a evoluir em muitos aspetos da sua vida.

Quer ler mais histórias de sucesso? Veja aqui como os drones estão a ajudar a encontrar pessoas desaparecidas.

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *